BOBÓ de COGUMELOS e GRÃO de BICO



Bobó é um prato típico brasileiro, especialmente da Bahia. Leva na base ihame ou mandioca batido com leite de coco e é temperado com azeite de dendê, coentro, e pimenta.

Em sua origem, esse prato é simples e a base de plantas, mas se conquistou seu lugar na alta gastronomia incluindo camarões e foi assim que eu o provei pela primeira vez, não em um restaurante chique, mas em casa, pelas mãos da companheira do meu pai. Sim, naquela época eu comia camarão, mas o que mais me deixou apaixonada foi a textura cremosa e envolvente do bobó. E essa textura vem de vegetais como a mandioca, que merece um altar de tantas possbilidades que nos oferece.

Recriei essa memória afetiva na receita abaixo, incluindo castanha de caju e algas para lembrar o mar - afinal, é o peixe que tem gosto de alga, e não o contrário, não é mesmo?

Como atualmente moro em Lisboa, tenho me interessado por substituições por ingredientes locais, por isso usei abóbora no lugar da mandioca. E como desenvolvi essa receita para um evento também aqui em Lisboa e não sabia como o dendê seria recebido, optei por utilizá-lo na farofa. Ficou bom? Modéstia a parte, ficou excelente!

Espero que vocês gostem.


INGREDIENTES (p/ 6 pessoas)

1kg de abóbora menina/m

oranga cortada em cubos médios, com a casca e tudo.

3 tomates cortados em cubos rústicos.

400 g de cogumelos marrom ou shitake cortados em tiras.

2 cebolas cortadas em cubos rústicos.

½ de pimentão vermelho sem as sementes cortados em cubos rústicos.

4 dentes de alho cortados em cubos rústicos.

100 g de leite de coco.

1 ½ xícara de grão de bico cozido.

4 colheres de sopa de coentro fresco picadinho.

½ pimenta dedo de moça cortada em cubinhos, s/ as sementes (piri piri).

2 colheres de sopa de azeite.

½ colher de chá de sal marinho.

1 folha de alga nori (tipo para sushi) cortada em tirinhas.

PREPARO

Leve a abóbora para cozinhar em fogo alto em uma panela com água e um pouco de sal até que ela amoleça bem.

Enquanto a abóbora cozinha, leve uma frigideira grande ao fogo médio e refogue os cogumelos com azeite e um pouco de sal por aproximadamente 3 min, mexendo sempre. Transfira para um recipiente e reserve.

Na mesma frigideira, acrescente mais azeite, a cebola e um pouco de sal e mexa até que doure levemente (+- 3 min), em seguida, acrescente o alho e refogue por mais 1 minuto. Acrescente o pimentão e refogue até que ele amoleça (+-2 minutos). A essa altura, a abóbora já deve estar cozida! Confira espetando um pedaço com um garfo. Escorra a água, mas não totalmente, deixe aproximadamente uma xícara de água do cozimento na panela. Com o fogo apagado e a ajuda de uma varinha mágica (mixer), desfaça a abóbora na panela, até obter um purê liso e homogêneo. Caso você não tenha esse instrumento, desfaça com a própria colher de pau e, caso seja necessário, bata no liquidificador. Em seguida, acrescente a cebola, alho, pimentão e tomate refogados e continue mixando ou batendo tudo, até que não sobrem pedacinhos. Caso utilize o liquidificador, volte o creme para a panela, o último passo é juntar os cogumelos refogados, grão de bico, leite de coco, coentro, alga nori e a pimenta dedo de moça (que aqui em Portugal se chama piri piri, olha que fofura). Ligue o fogo e cozinhe apenas até começar a ferver, mexendo sempre.

.

FAROFINHA DE DENDÊ

2 xícaras de farinha de mandioca.

2 colher de sopa de dendê.

2 colher de sobremesa de semente de abóbora.

PREPARO

Em uma frigideira em fogo médio, toste as sementes de abóbora, mexendo sempre, por 1 minuto. Em seguida, abaixe o fogo e acrescente o dendê e a farinha de mandioca. Mexa até dourar. O segredo da boa farofa é ter paciência e não parar de mexer em fogo baixo até ela ficar crocante!

.

CASTANHA DE CAJU ROXINHA

Para fazer essa castanha de caju roxinha e dar um charme ao seu prato, basta deixar as castanhas de molho em suco de beterraba por 2 horas. Para obter o suco, bata a beterraba com pouquíssima água e coe depois. A polpa pode ser reutilizada em saladas.


#luisacozinhafetiva #vegan #govegan #receitavegana #plantbased #semgluten #semlactose #comidadeverdade

0 visualização

Posts recentes

Faça parte do canal da jornada 333 no Telegram

Quer dicas e receitas diárias?

  • YouTube
  • Pinterest
  • Instagram
  • Facebook Luisa Mafei

©2019 by Luisa Mafei Cozinha Afetiva