Duo de molho pesto e romesco




Vou compartilhar com vocês duas receitas de molhos que acompanham bem não apenas as massas, mas também vegetais crus, assados ou cozidos no vapor.

Dá para fazer esse duo no sábado para receber as amigas em casa, com uma bela tábua de palitinhos de cenoura, salsão e pepino e ainda guardar um pouco para a macarronada de domingo. Também ficam ótimos para passar por cima do pão quentinho!

Ou seja: molhos super versáteis, além de saudáveis e deliciosos.

Bora fazer?


PESTO de COUVE KALE e MACADÂMIA

Pesto de Kale e Macadamia

A couve kale rouba a cena do manjericão nesse molho e agrega todos os nutrientes, vitaminas e minerais que fazem dela um super alimento como o cálcio, importante para a saude dos ossos e dos dentes, o manesio, bom para nossa saude hormonal e o selenio que é um aliado importante da nossa imunidade. A kale é ainda rica em vitamina C e E, antioxidantes que atuam a favor da nossa boa imunidade e do bom envelhecimento de nossa células. Ao utilizarmos essa folha crua, estamos preservando essas vitaminas.

E ainda por cima fica pura gostosura, então por que não dar uma chance a essa variação?



INGREDIENTES

7 folhas de couve kale.

1 dente de alho, sem o miolo.

1/2 xícara de macâdamias.

2 colheres de sopa de levedura nutricional.

⅓ xícara de azeite.

1 colher de café de sal marinho.


PREPARO

Pré-aqueça o forno a 160 º C por 15 minutos e, em seguida, leve as macadâmias para tostar por 10 min.

Retire os talos da kale e corte finamente em tirinhas. Corte o alho em cubinhos e reserve.

Corte as macadâmias tostadas e reserve. Caso possua um pilão, acrescente a kale cortada, o alho, sal e a levedura nutricional e as macadâmias cortadas e macere com o pilão, acrescentando o azeite aos poucos.

Não tem um pilão? Sem problemas! Bata no mixer, pulsionando aos poucos, ou em um liquidificador potente.

Tradicionalmente o pesto ganha uma textura rústica, então atente para não transformar tudo em uma pasta homogênea caso não utilize o pilão.


ARMAZENAMENTO

Na geladeira: 5 dias.

No congelador: 1 mês.


SALSA ROMESCO


Salsa Romesco

Esse molho tem origem espanhola, e, originalmente, leva anchova. Essa versão veganissima não deixa nada a desejar e é perfeita para servir com legumes assados ou na brasa. Como boa descendente de italiana que sou, provei também com macarrão e ficou das deusas!

O pimentão piquillo é um pimentão em conserva espanhol. Ele é importante para a receita, mas vou deixar uma dica de sugestão para subsituir caso você não encontre. Mais importante do que seguir a receita ao pé da letra é poder se permitir uma gostosura dessas, vai resultar em um sabor diferente, mas igualmente gostoso!


INGREDIENTES


1 pimentão vermelho pequeno.

3 tomates.

100 g de pimentão piquillo (ou 50 g de tomate seco).

1 fatia de pão integral.

1 xícara de amêndoas.

50 ml de azeite.

1 dente de alho sem o miolo.

1 colher de chá de sal marinho.



PREPARO

Espete o pimentão em um garfo grande (preferencialmente, no garfo de churrasco) e leve para queimar na boca do fogão até a casca ficar completamente preta. Reserve o pimentão.

Espete cada tomate, um a um, no garfo, e leve para queimar na boca do fogão até a pele começar a "rachar". Passe os tomates em água corrente e retire a casca completamente.

Corte o tomate ao meio em sentido horizontal e, em seguida, retire todas as sementes, com a ajuda de uma colher. Corte o tomate em cubos rústicos e transfira para o liquidificador. Reserve.

Corte o alho em cubos pequenos ou, se preferir, amasse o alho. Reserve.

Leve as amêndoas para tostar na frigideira com o azeite, até ficarem bem douradas. Transfira as amêndoas tostadas para o liquidificador e, com o mesmo azeite, “frite” o pão dos dois lados, até dourar bem. Corte o pão em pedaços rústicos e transfira para o liquidificador. Acrescente o alho picadinho e a páprica defumada na frigidiera, no fogo desligado, e misture bem. Transfira esse tempero para o liquidificador.

Nessa altura, o pimentão já deve estar completamente frio. Retire a casca queimada com um papel toalha, esfregando bem para remover toda a pele. Corte o pimentão ao meio, retire bem as sementes e as "veias" brancas, corte em cubos rústicos e transfira para o liquidificador.

Retire as sementes dos pimentões piquillo, corte em pedaços menores e transfira para o liquidificador. Processe no liquidificador ou no mixer até obter um creme homogêneo.


ARMAZENAMENTO

Na geladeira: 5 dias.

No congelador: 1 mês.


708 visualizações

Posts recentes

Faça parte do canal da jornada 333 no Telegram

Quer dicas e receitas diárias?

  • YouTube
  • Pinterest
  • Instagram
  • Facebook Luisa Mafei

©2019 by Luisa Mafei Cozinha Afetiva